Mondo Interativo

Automobilismo, literatura, música, política e o que vier!

  • EDITORIAL 25/09/07

    Ron Groo pergunta: Você gosta de pombos? Veja porque o editor pede a cassação das aves. Isto mesmo 'cassação'.
  • Visão Feminina

    "Um Ser de Luz": Val Vaz depois de um longo hiato vem apresentar Clara Nunes a uma geração que não sabe o que perdeu. Para resgatar a memória e se emocionar.
  • O Grande Circo

    "E lá se vão 50 anos" Paulo Alexandre nos conta um pouco da história do início da corrida ao espaço. De Laika e Sputinik.
  • Sala Vip

    "Entradas e Bandeiras": Ron Groo dá nome e sobrenome a punição imposta a Ana Paula de Oliveira pela CBF. "É Machismo e é nojento" Alguém discorda?
  • Super Pole

    "Prodígios e precoces": Felipe Maciel observa a chegada dos novatos na F1 e levanta questões sobre o futuro
  • Miscelânia

    "A ironia da política brasileira, 15 anos após o Impeachment": observando a absolvição de Renan Calheiros, em votação secreta, surge a comparação com a cassação de Collor e a dúvida: o que desaprendemos do processo democrático?
  • Internauta

    Espaço para receber colaborações de leitores e convidados. Nesta semana: Wolverine: Prelúdio. Saiba da origem do mutante mais querido dos quadrinhos. Herói? Vilão? Leia o texto de Walter Malerba e decida você mesmo.
  • Foto de Miss Pit

    "Ralf Shumacher" Miss Pit decifra o que passa na cabeça do grande amigo do muro de Indianapolis.
  • Futeblogando

    "29ª, 30ª e 31ª rodadas do Brasileiro": Charles Nisz analisa os últimos jogos do campeonato mais importante do país.
  • Notícias

  • Calendário

    agosto 2007
    D S T Q Q S S
        set »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  

Ah! Se é assim…

Posted by Ron Groo em agosto 22, 2007

Agora sim…

O advogado de Marcos Valério, Marcelo Leonardo é da opinião de que o procurador geral da República, Antonio Fernando de Souza, não pode acusar seu cliente de ‘lavagem de dinheiro’, simplesmente porque para esta denúncia deveria ter três passos descritos. Segundo ele, “só há dois”. Também, segundo o defensor, “banalizou-se a acusação de lavagem de dinheiro neste país.” Ora, vejam só…

Dentre outras acusações contra o carequinha também pesam as de formação de quadrilha, falsidade ideológica, corrupção ativa e evasão de divisas.

Marcos Valério, que foi acusado por Roberto Jefferson de ser o operador do mensalão, negou que fazia parte do esquema, mas assumiu que fez empréstimos ao PT a pedido de Delubio Soares, ex-tesoureiro do partido.

A denúncia relativa ao caso do mensalão será julgada pelo Supremo Tribunal Federal em três sessões: nos dias 22, 23 e 24 de agosto de 2007. A denúncia, que atinge 40 pessoas, inclui o ex-ministro José Dirceu, além de vários ex-dirigentes petistas e parlamentares. Eles foram denunciados pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, em 30 de março do ano passado. Os 40 denunciados pelo procurador-geral comporiam “uma organização criminosa dividida em três núcleos: o político-partidário, o publicitário e o financeiro”, como definiu o documento produzido por Souza.

Anúncios

Uma resposta to “Ah! Se é assim…”

  1. Claro que o Marcos Valério diz que não tava envolvido “nesse” esquema… afinal, só emprestou o “modus operandi” que ele criou para o sr. Eduardo Azeredo, o pai biológico da criança… os PeTelhos deram uma de padrasto da criança… ambos pisaram no tomate, mas curioso que só um lado leva a pecha de safado, quando os dois, tucanos e petelhos, estão envolvidos até o pescoço com o carequinha, valerioduto e quetais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: